Você sabe como devem ser os primeiros cuidados psicológicos?

Matéria em referência ao curso

“A sua atuação nos primeiros cuidados psicológicos deve ser honesta e confiável. Você deve mostrar humanidade, inclusive os seus sentimentos em relação ao momento vivenciado”

Maria Helena Franco sobre atuação em crises e emergências

Os primeiros cuidados psicológicos pressupõem algumas ações que auxiliarão os afetados pela situação a se reorganizarem internamente. São elas:

– Avaliar as necessidades e preocupação dos envolvidos: É preciso buscar roupas? Documentos? As crianças estão sob os cuidados de alguém?
– Ajudar as pessoas a suprir suas necessidades básicas: a pessoa já se alimentou? Tem bebido água? Precisa de um tempo para se recuperar?
– Ajudar as pessoas na busca de informações, serviços e suportes sociais. Quais informações a pessoa precisa a respeito de um enfermo? Ou após a comunicação de uma morte, o que deve ser feito? A quem recorrer para tomar as providências necessárias?
– Escutar as pessoas, sem pressioná-las a falar. A escuta empática é fundamental em uma situação de crise. É preciso ter sensibilidade diante do sofrimento do outro, mostrar-se presente e não descarregar sua necessidade de aprovação pessoal; seu olhar deverá estar focado no outro e não em si próprio neste momento
– Focar no outro não significa não mostrar seu próprio sentimento. Demonstrar seu sentimento verdadeiro diante de uma situação o ajudará a criar uma conexão real com o assistido.
– Confortar as pessoas e ajudá-las a se sentirem calmas
– Proteger as pessoas de danos adicionais, afastando objetos cortantes ou evitando automedicação inadequada, entre outras possibilidades.

Referência: curso “A poderosa necessidade humana de segurança: o que você pode fazer como profissional diante de uma crise?”, com Maria Helena Franco

 

0 respostas em "Você sabe como devem ser os primeiros cuidados psicológicos?"

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mini Cart 0

Seu carrinho está vazio.

X